Coming Up Sun 12:00 PM  AEDT
Coming Up Live in 
Live
Portuguese radio

Austrália do Sul lança novo visto para empreendedores

Aerial view of the City of Adelaide CBD Source: Getty Image

Diferentemente do atual visto de negócios, o novo visto não exige $200,000 de renda e nível de inglês mínimo é de banda 5 no IELTS.

A Austrália do Sul vai investir US $ 400.000 para implementar um programa piloto para um novo visto para empreendedores iniciantes que desejam abrir um negócio no estado.

O visto foi anunciado pela primeira vez em março deste ano, antes da eleição do estado da Austrália do Sul.

Ao garantir aos Liberais da Austrália do Sul o direito para implementar o visto no estado antes de seu lançamento nacional em 2019, o ministro de Assuntos Internos Peter Dutton disse que irá promover o crescimento dos negócios e investimentos na Austrália.

O governo disse que aumentaria as oportunidades de emprego e impulsionaria a economia ao atrair startups para criar operações na Austrália.

Este visto será diferente dos vistos existentes de empreendedorismo e negócios e inovação, já que não exigirá qualquer financiamento obrigatório e o aplicante só precisa demonstrar proficiência profissional na língua inglesa.

Com o novo visto, os empresários e investidores estrangeiros com uma ideia inovadora e um plano de negócios poderão solicitar um visto temporário para criar seu empreendimento na Austrália.

As propostas comerciais dos interessados serão examinadas pelo governo estadual ou federal e as pessoas que criarem com sucesso seu empreendimento comercial na Austrália poderão solicitar residência permanente.

O projeto piloto da Austrália do Sul terá mais de quatro anos e 30 vagas serão alocadas no primeiro ano, com o número de vistos aumentando a cada ano, segundo o StartupSmart.

O ministro do Comércio, Turismo e Investimento da Austrália do Sul, David Ridgway, disse que o novo visto estimula o crescimento da cultura empreendedora local.

"O novo visto impulsionará o empreendedorismo e a inovação em nosso estado, com o potencial futuro de empregar australianos do sul", disse Ridgway.

Embora ainda não esteja claro se quaisquer requisitos financeiros se aplicam aos interessados, eles devem ter menos de 45 anos e ter um nível de inglês satisfatório, que é banda 5 em cada um dos quatro componentes do International English Language Testing System (IELTS).

Eles também são obrigados a cumprir os requisitos de saúde, pessoal e financeiro estabelecidos pelo Governo Federal.

"Estamos confiantes de que este acordo pode levar os aplicantes a solicitar residência permanente no sul da Austrália, enquanto desenvolvem seus planos de negócios em empresas de sucesso, criando novas empresas e empregos em nosso estado", disse Marshall após o anúncio do governo federal.

"Esses acordos também incentivarão mais investimentos nos setores de nossa economia com maior capacidade de crescimento, incluindo tecnologia de fabricação e defesa avançada, seguindo a decisão do governo federal de centralizar o programa de construção naval na Asutrália do Sul."

De acordo com o mais recente Censo (2011-2016) 461 brasileiros estão vivendo na Austrália do Sul, um aumento de 53,7% se comparado ao censo anterior.

Como nem todos são residentes e respondem ao censo, acredita-se que o número é maior.

“Baseado nesses sete anos de trabalho, nos nossos eventos e pesquisas, e na nossa database que conta com 750 membros, calculamos pelo menos 1500 brasileiros estão espalhados por todo o estado,” diz Juliana Bernardi Munro, presidente da BASA (Associação Brasileira da Austrália do Sul).

Adelaide, capital da Austrália do Sul, é uma cidade de médio porte, com 1,3 milhões de moradores e custo de vida relativamente baixo se comparado a cidades como Sydney e Melbourne.

A renda pessoal semanal média da Austrália do Sul aumentou de $534 em 2011 para $600 em 2016, um aumento de 12%.

De acordo com o Studying in South Australia, Brazilian student enrolments in South Australia, a maioria dos estudantes brasileiros estão matriculados em cursos de inglês (ELICOS), educação vocacional, e educação superior.

“Acredito que devido ao custo de vida mais baixo, por ser uma cidade de menor porte e mais acessível, Adelaide é atraente principalmente para famílias com crianças. Muitos brasileiros também vêm em busca de oportunidades para visto de permanência, residência, patrocínio já que Austrália do Sul ainda é considerada uma área regional", afirma Juliana.

Segundo ela alguns podem ter dificuldade em encontrar emprego, já que Adelaide não é uma cidade grande, “mas oportunidades não faltam,” diz.

Siga-nos no Facebook e Twitter

Coming up next

# TITLE RELEASED TIME MORE
Austrália do Sul lança novo visto para empreendedores 17/09/2018 05:18 ...
Morreu Eduardo Lourenço, o sábio cosmopolita que correu o mundo a pensar Portugal e a Europa 02/12/2020 05:46 ...
Jovem jogador é demitido e vai parar na polícia por insinuar crime de abuso sexual 02/12/2020 10:54 ...
Notícias da Austrália e do Mundo | SBS em Português | 2 de dezembro de 2020 02/12/2020 10:56 ...
Notícias da Austrália e do Mundo | SBS em Português | 1º de dezembro de 2020 01/12/2020 05:37 ...
Apesar de um oceano de distância, músicos ‘se unem’ para gravar álbum 30/11/2020 11:44 ...
A atrocidade continua no norte de Moçambique perante a indiferença geral 29/11/2020 04:08 ...
Cortes de 25% nos salários e frota para que a TAP resista à crise do COVID-19 29/11/2020 02:29 ...
Vasco da Gama, o grande paquete de cruzeiros de Portugal 29/11/2020 02:38 ...
Notícias da Austrália e do Mundo | SBS em Português | 29 de novembro de 2020 29/11/2020 13:47 ...
View More