Coming Up Sun 12:00 PM  AEDT
Coming Up Live in 
Live
Portuguese radio

Escolas públicas e para deficientes saem ganhando com o novo plano de educação do governo

AAP Source: AAP

Escolas públicas e para crianças deficientes estão comemorando a aprovação do Gonski, novo pacote de reforma da educação do governo australiano. Mas escolas católicas, que foram fortemente atingidas, não estão satisfeitas com os cortes e ainda não sabem como vão absorvê-los e se vão repassar os custos para as famílias.

Na escola especial para crianças com autismo, a Giant Steps, estudantes aprendem sobre liderança e responsabilidade através da dança. 

Dois professores dedicados mostram às crianças os movimentos da dança.

A escola não cobra mensalidade e se sustenta através de doações. 

Agora, com o anúncio do novo pacote de reforma da educação, a situação da Giant Steps pode melhorar. 

A diretora da escola Kerrie Nelson diz que o financiamento por estudante vai saltar de AU$15,000 para AU$ 53,000 dólares.

“É um pacote maravilhoso o que nos foi apresentado. Acho que quando o governo aumenta seu financiamento na educação nós ficamos todos muito entusiasmados. E para alguns pais, isso signficia que a pressão vai diminuir em termos dos esforços tremendos que eles estão fazendo para arrecadar fundos para manter a nossa escola. Vamos poder focar em outras coisas, como pesquisa, autismo e ansiedade, e nas nossas práticas de ensino e aprendizado,” diz.

A escola espera poder matricular mais estudantes e criar novos programas.

Sob o novo plano do governo, o investimento em estudantes em escolas como a Giant Steps vai subir para AU$ 2,300 dólares. 

Mas 24 não governamentais vão sofrer cortes. 

E outras 350 vão ver o apoio financeiro do governo diminuir aos poucos. 

Algumas escolas, principalmente católicas, que sofreram cortes do governo ainda estão tendando entender como vão sobreviver às mudanças.

O pacote é calculado e baseado onde os pais vivem. Aqueles pais em bairros mais nobres vão pagar mais pela escola de seus filhos, enquanto que escolas em áreas mais desfavorecidas vão receber mais dinheiro.

Bill Rusin, diretor da escola cristã Covenant em Sydney, diz que a escola vai perder AU$1.4 millhões de dólares em dez anos.

“Vamos perder em torno de AU$140 mil dólares por ano, pelo espaço de dez anos, isso vai fazer com que a gente repense algumas coisas. Em termos de outras escolas espalhadas pela Australia as mudanças são boas, eu sei que muitas ficarão numa situacao melhor, o que é fantastico, mas pra nós, temos que lidar com outra coisa.”  

Enquanto que algumas escolas ameaçam aumentar as mensalidades, Bill está tentando resolver o problema de outra maneira.   

“Esperamos sinceramente que não tenhamos que aumentar a mensalidade, já se fala sobre isso há anos, então estamos nos preparando, não queremos aumentar os custos para os pais mais do que estivemos fazendo nos últimos cinco, dez anos.”

Coming up next

# TITLE RELEASED TIME MORE
Escolas públicas e para deficientes saem ganhando com o novo plano de educação do governo 03:46 ...
Morreu Eduardo Lourenço, o sábio cosmopolita que correu o mundo a pensar Portugal e a Europa 02/12/2020 05:46 ...
Jovem jogador é demitido e vai parar na polícia por insinuar crime de abuso sexual 02/12/2020 10:54 ...
Notícias da Austrália e do Mundo | SBS em Português | 2 de dezembro de 2020 02/12/2020 10:56 ...
Notícias da Austrália e do Mundo | SBS em Português | 1º de dezembro de 2020 01/12/2020 05:37 ...
Apesar de um oceano de distância, músicos ‘se unem’ para gravar álbum 30/11/2020 11:44 ...
A atrocidade continua no norte de Moçambique perante a indiferença geral 29/11/2020 04:08 ...
Cortes de 25% nos salários e frota para que a TAP resista à crise do COVID-19 29/11/2020 02:29 ...
Vasco da Gama, o grande paquete de cruzeiros de Portugal 29/11/2020 02:38 ...
Notícias da Austrália e do Mundo | SBS em Português | 29 de novembro de 2020 29/11/2020 13:47 ...
View More