Coming Up Sun 12:00 PM  AEST
Coming Up Live in 
Live
Portuguese radio

Fique por dentro sobre a dose de reforço da vacina contra a COVID-19 na Austrália

The Coordinator General of Operation COVID Shield Lieutenant General John Frewen receives his COVID-19 vaccination booster dose in Canberra. Source: AAPAAP Image/Lukas Coch

Enquanto a Austrália luta para conter o avanço da COVID-19 em meio ao surgimento da variante Ômicron, doses de reforço da vacina já estão disponíveis. Aqui está um resumo do que você precisa saber.

Como resultado, espera-se que o número de casos aumente e, devido à disseminação das variantes altamente infecciosas Ômicron e Delta, as autoridades de saúde estão pedindo que as pessoas tomem uma dose de reforço da vacina para maior proteção.

O princípio da dose de reforço é o mesmo da primeira e da segunda dose da vacina.

“Os reforços são muito importantes para dar imunidade extra, especialmente porque a variante  Ômicron provavelmente se espalhará pelo mundo”, disse o secretário do Departamento de Saúde, Brendan Murphy.

Campanhas da dose de reforço

O Ministro Federal da Saúde, Greg Hunt, lançou no início de dezembro uma campanha nacional de doses de reforço antes das festas de fim de ano, e os australianos estão sendo incentivados a receber a dose o mais cedo possível em meio à preocupação de que muitas pessoas duplamente vacinadas possam ter proteção limitada contra a variante Ômicron.

Como resultado, o Grupo Consultivo Técnico Australiano para Imunização (ATAGI) antecipou o tempo recomendado para a dose de reforço de seis meses após a receber a segunda dose da vacina para cinco meses.

Até 1,5 milhão de australianos podem agora receber sua dose de reforço imediatamente.

A ATAGI também aprovou a vacina Moderna para ser usada junto com a Pfizer como reforço.

Para estimular a participação, os governos federal e estadual estão realizando várias campanhas de incentivo no país.

Doses de reforço para idosos

A assessoria do governo diz que pessoas com 70 anos de idade ou mais, pessoas com 65 anos ou mais com doenças crônicas, pessoas com sistema imunológico enfraquecido e povos Aborígines e das Ilhas do Estreito de Torres com 50 anos ou mais com uma condição médica crônica correm maior risco de doenças graves se expostos ao coronavírus.

As estatísticas do departamento de saúde federal apontam que, desde janeiro de 2020, 1.910 australianos idosos perderam a vida devido a COVID-19.

PM Morrison received his COVID-19 booster vaccination with elderly Jane Malysiak in NSW.
PM Scott Morrison received his COVID-19 booster vaccination alongside Jane Malysiak in NSW.
SMH POOL

O risco de infecção é particularmente mais alto com as variantes Delta e Ômicron e as vacinas reduzem consideravelmente o risco de doença grave ou morte devido ao vírus.

Os australianos idosos foram os primeiros a receber a vacina de reforço no lançamento nacional.

Os australianos com mais de 18 anos são elegíveis para qualquer uma das vacinas aprovadas pelo governo.

Os residentes de lares de idosos podem receber suas vacinações preliminares e de reforço nas clínicas da Commonwealth.

Encontre aqui mais informações sobre vacinação para residentes de lares de idosos, ou agende uma dose de reforço aqui.

Vacinação para crianças

A Therapeutic Goods Administration e a ATAGI aprovaram provisoriamente a vacina Pfizer para crianças entre cinco e 11 anos.

A aprovação é baseada nos resultados de um recente estudo clínico que demonstra que a vacina é altamente eficaz e que a maioria dos efeitos colaterais são leves e transitórios, disse a ATAGI em um comunicado.

Os agendamentos já estão disponíveis e as vacinações estão previstas para começar a partir de 10 de janeiro de 2022.

As doses estarão disponíveis através de GPs, Aboriginal Health Services, farmácias comunitárias e clínicas estaduais e territoriais.


child vaccinated
Vaccinating children can help reduce community transmission and prevent them passing the virus onto the wider community.
Getty Images

O ATAGI recomendou um intervalo de oito semanas entre as duas doses da vacina, mas isso pode ser reduzido para três semanas em circunstâncias especiais, como locais de surto.

Crianças de cinco a 11 anos com fatores de risco médicos para doenças graves, crianças Aborígines e das Ilhas do Estreito de Torres e crianças que vivem em ambientes de superlotação ou áreas de surto têm maior probabilidade de se beneficiar da vacinação contra a COVID-19 devido ao risco agravado de contrair ou se expor ao vírus, comunicou o ATAGI.

Crianças nessa faixa etária que já foram infectadas com a COVID-19 podem receber a vacina depois de se recuperarem da doença.

A posologia recomendada para crianças será diferente da administrada a adultos, de uma dose de 10 microgramas comparada com 30 microgramas para pessoas com 12 anos ou mais.

As crianças que completam 12 anos após a primeira dose podem receber a formação adolescente / adulto da vacina Pfizer COVID-19 para completar seu curso de vacina primária.

International students return to Australia
Booster doses provide an added layer of protection.
AAPAAP Image/Bianca De Marchi

Onde posso encontrar ajuda?

Depois que a Ômicron foi declarada uma 'variante de preocupação' pela Organização Mundial de Saúde, o governo federal tem estimulado cada vez mais as doses de reforço.

O secretário assistente do time de Cuidados da COVID-19, Dr. Lucas De Toca, explicou por que as doses de reforço são importantes mesmo quando outras opções de tratamento estão sendo disponibilizadas. 

"Infelizmente, não há um tratamento mágico quando se trata da COVID-19", disse ele.

As vacinas de reforço podem ser tomadas cinco meses após a data da segunda dose da vacinação preliminar e essa data está disponível no seu certificado de vacinação digital.

Todos os agendamentos de vacinas, incluindo para crianças a partir de 15 de dezembro, podem ser feitas através do localizador da clínica de vacinas.

Você pode se manter atualizado com as restrições atuais em seu estado por meio do verificador de restrições.

Para se conectar com um intérprete em seu idioma para informações sobre a COVID-19 por meio do Australian Translating and Interpreting Services (ATIS), ligue para 1800 131 450.

Para obter mais informações sobre a vacinação COVID-19 e agendamentos, ligue para a National Coronavirus Helpline no 1800 020 080.

Para obter mais informações sobre a COVID-19, é recomendável entrar em contato com o seu médico ou profissional de saúde.

Como os conselhos sobre vacinas continuam a ser atualizados, mantenha-se informado sobre as últimas novidades visitando o Portal SBS Coronavirus para ler informações em seu idioma.

Siga a SBS Portuguese no FacebookTwitter e Instagram e ouça os nossos podcasts

This story is also available in other languages.