SBS em Português

Disparada nos preços dos alimentos em Portugal: óleo vegetal sobe 56% em 5 meses

SBS em Português

Cooking Oil

Source: Pixabay


Published 19 June 2022 at 12:39pm
By Francisco Sena Santos
Source: SBS

Pescada, robalo e peixe-espada-preto estão entre os seis produtos com as maiores subidas de preço nos últimos sete dias. O óleo alimentar 100% vegetal aumentou 56% neste semestre.


Published 19 June 2022 at 12:39pm
By Francisco Sena Santos
Source: SBS


No cabaz de 63 alimentos essenciais calculado pela Deco/Associação de Defesa do Consumidor, o peixe é a categoria que mais tem subido. Só desde o final de fevereiro aumentou 16%. Nos últimos meses, nem o carapau ou a sardinha, que nestas semanas de Santos Populares atinge níveis máximos de procura, escaparam às subidas. O custo total do cabaz chega agora aos €203, mais 11% do que no início da guerra na Ucrânia, quando a inflação começou a acelerar.

O cabaz de produtos da Deco Proteste é definido com base na estrutura de consumo das famílias do Instituto Nacional de Estatística.

Este conjunto de 63 produtos inclui, por exemplo, leite, queijo, manteiga e fiambre, um pacote de arroz, de farinha, de massa e de açúcar, além de 1 kg de carne de peru e a mesma quantidade de frango, carapau, pescada, cebola, batata, cenoura, banana, maçã ou laranja.

Advertisement
O óleo alimentar 100% vegetal aumentou 56% neste semestre. Na lista de produtos que mais aumentaram segue-se a farinha para bolos,  (um aumento na ordem dos 37%%) e o salmão, que viu o seu preço subir 3,77 euros (mais 35%% do que em Janeiro).


Siga a  no  e  e ouça . Escute a  ao vivo às quartas e domingos ao meio-dia ou na hora que quiser na 



Share